15 de mai de 2015

Moda

Pulseiras e Braceletes 


Acessórios geram uma dúvida terrível no mundo masculino, a maioria dos homens tem um certo receio de adicionar algumas peças fora do usual ao seu repertório e, geralmente, tendem a ignorar tudo que não seja boné, cinto ou relógio.

Dicas de como usar:
Para começar compre apenas uma peça, de preferência mais simples, e aos poucos, se sentir necessidade, adicione novas, sempre com cuidado para não pecar pelo excesso. Algumas pessoas (como o ator Johnny Depp) tem um estilo bem definido, sabem até a medida do exagero e o fazem de propósito;

Escolha o seu look e complemente de acordo com o que está vestindo. Para os rockers, couro preto, spikes e caveiras caem muito bem, para hipsters, contas e cordões dão um ar despojado, os surfistas adoram as pulseiras com jeitão mais étnico, os mais arrumadinhos podem optar por um modelo em prata, por exemplo;

Dá para misturar estilos? Dá sim, mas vá com calma, nada de “samba do crioulo doido”, misture poucas peças e com cuidado para não transformar seu braço em um adereço de escola de samba. Provavelmente com o tempo e a prática você ficara mais a vontade para compor novas combinações sem excessos;

As pulseiras coloridas são boas para quebrar a seriedade de um look onde imperam cores neutras e podem dar até um “tchans” a mais na produção;
Você é fã do combo camiseta branca, calça jeans e tênis? Ótimo! Assim como as cores neutras, as peças básicas formam uma ótima dupla com acessórios bacanas, garantindo um equilíbrio melhor e mostrando que, apesar de estar vestido de maneira simples, você se importa com seu estilo;

Um relógio com formato original e/ ou cor viva também pode fazer um bom casamento com estes acessórios, alguns, como os com pulseiras de couro tipo braceletes, podem até se mesclar criando um resultado visual interessante e bonito;

Existem modelos que misturam materiais, couro e prata, contas de madeira e cordão ou até tudo junto em uma só peça, quando não muito espalhafatosas estas podem ser um acessório eclético que vai bem com quase tudo;
Nem é preciso dizer para evitar pulseiras de metal com aros grandes, com cara de coisa de bicheiro ou pit boy, ouro então, nem pensar!

(Fonte: Internet)